À vontade...o prazer é nosso!

... Afinal, na vida só há espaços verdadeiros para cores, dores, amores...e muitos devaneios.































































quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A Enferma


O quarto estava sob a penumbra; a cama com alguns lençóis amassados abrigava seu corpo frágil, e seus olhos tristes e amarelos fitavam a vidraça embaçada pela chuva fria de um inverno fora de época.
Ela estava pálida, com as mãos tão magras que causavam um certo horror a quem se aproximava...
Ela não suportava mais aquela "romaria" com tantas teorias e nada de soluções...então resolveu desistir.
E depois de tantas viagens, tantos portos que ela apenas observou e jamais ancorou...permaneceu ali por muitos e muitos dias, apenas fitando aquele céu cinzento, com seu corpo emagrecido estendido na cama, enquanto sua alma sentia cada gota da chuva fria que caía embaçando a vidraça...

Um comentário:

  1. Tem selos de presente pra você no meu blog
    Ventosnaprimavera.blogspot.com
    Beijos

    ResponderExcluir